Auriculoterapia não é acupuntura

Desde a difusão em larga escala do mapeamento auricular na Europa, nos anos 50, quem mais trabalhou na aplicação da técnica foram os profissionais da acupuntura, que já estavam acostumados com as agulhas. Isso contribuiu para que se confundisse as duas técnicas. 

Mas as diferenças são grandes. Uma das principais é que enquanto para a acupuntura os pontos existem o tempo todo no corpo, para a auriculoterapia eles não existem a princípio, só vindo a surgir em correspondência a um desequilíbrio no corpo, facilitando ao máximo a avaliação e tornando praticamente impossível de se errar.

Fonte: http://www.dietaja.org/saude/auriculoterapia/

O que fazem os quiropráticos

Em termos práticos, os quiropráticos têm como principal preocupação a localização, análise e correcção de subluxações vertebrais. Uma subluxação vertebral é uma alteração complexa funcional e/ou estrutural e/ou patológica de uma articulação que compromete a integridade neural e pode afectar a função do sistema de órgãos e a saúde em geral. Utilizando um conjunto de procedimentos únicos e altamente refinados, o quiroprático examina a coluna vertebral do paciente quanto a quaisquer desalinhamentos ou movimentos deficientes ou outras anomalias (subluxações vertebrais). 

Se forem detectadas quaisquer subluxações ou outras anomalias, o quiroprático, regra geral, aplicará uma pressão suave de uma forma correctiva à área da coluna afectada. Os quiropráticos usam muitas técnicas especializadas para identificar e corrigir estas anomalias e optimizar a saúde como um todo. Para além das técnicas de ajustamento da coluna, são também frequentemente empregues técnicas de tecidos moles, tais como massagem, aconselhamento em matéria de alimentação e nutrição, exercício e programas de modificação de estilo de vida.